TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

HEFE DE POLICIA ADVERTE QUE É DEVER DOS AGENTES CUMPRIREM COM AS OBRIGAÇÕES.

Chefe de Polícia adverte que é "dever" dos agentes cumprirem com as obrigações
Diretor da Ugeirm-Sindicato adiantou que já tem data para iniciar mobilização ao boicote por salários


O chefe de Polícia do Estado, Ranolfo Vieira Júnior, amenizou as ameaças dos agentes da categoria e afirmou que é impossível boicotar as operações dos departamentos estaduais de Investigações Criminais (Deic) e de Investigação do Narcotráfico (Denarc), uma vez que o servidor público tem um dever constitucional a cumprir. Vieira Júnior, a exemplo das negociações com os delegados de polícia, acredita que o diálogo com os policiais civis está no bom termo e terá desfecho positivo.

O diretor da Ugeirm-Sindicato, Fábio Castro, adiantou que tem até data para iniciar a mobilização ao boicote. Castro alertou que na próxima segunda-feira haverá encontro com os colegas do Deic. O sindicalista declarou que o principal argumento para a adesão ao movimento que pretende paralisar as operações policiais é a possível diferença salarial entre classes.

Pela proposta do governo, em 2018, um agente com nível superior passaria a receber R$3,7 mil, enquanto um delegado ganharia R$18 mil, o que no entendimento da categoria é um abismo consolidado por uma diferença de quase R$15 mil. Até o fim de fevereiro, haverá nova audiência no Palácio Piratini, mas a categoria já agendou assembleia para sete de março, com o objetivo de deliberar sobre uma greve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog