TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

BANCADA QUER DISCUTIR PISO POLICIAIS.

Bancada do PT quer discutir piso de policiais
Postado por abamfbm on agosto 18, 2011 in Seg. Pública, Todas notícias | 4 Comentarios
Deputados petistas se reuniram nesta quinta-feira (18) com Gleisi Hoffmann. PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais, foi um dos temas.

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Teixeira (SP), que a bancada petista quer discutir com os governadores a Proposta de Emenda à Constituição 300, que estabelece um pisonacional salarial para policiais e bombeiros.

“A bancada, neste diálogo, achou importante chamar os governadores para debater o tema da segurança”, disse Teixeira após almoço entre a bancada do PT e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann.

O deputado afirmou que há o temor de que a PEC prejudique o pacto federativo. “Sobre a PEC 300, o que o governo percebe é que pode ferir o pacto federativo na medida em que você, através da Constituição, define um valor de salário a ser pago pelos estados”, afirmou.
Durante o almoço, Gleisi disse que o governo tem limitações para aprovar projetos que geram aumento de gastos para o Executivo. “É claro que temos interesse em atender esses setores, mas trabalhamos como uma limitação que é do tamanho do bolso do contribuinte.”

Outro tema discutido foi a emenda 29, que fixa os percentuais a serem investidos anualmente em saúde pela União, estados e municípios.

Gleisi Hoffmann também tratou da crise política com a bancada petista e afirmou que o partido tem que defender o governo. Segundo ela, não é possível achar “que não tem problema, a base é muito grande, com visões diferentes, pensamentos diversificados e é aí que o PT é fundamental, a resposta da bancada está aqui, na defesa do governo”.

Para Paulo Teixeira, a crise “não afeta a governabilidade”. Segundo ele, mesmo após a queda de ministros, o governo conseguiu aprovar matérias importantes no Congresso.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, participou do almoço e fez aos deputados um relato sobre a execução do PAC e das obras de infra-estrutura nos estados.

Sandro LimaDo G1, em Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog