TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

sexta-feira, 4 de março de 2011

TOMARA QUE SAI ALGO AGORA, AFINAL PROMESSA DE GOVERNO DO POVO TEM QUE SER CUMPRIDA. DAQUI AQUATRO ANOS TEM RESPOSTA.

ABAMF-RS cobra do governo mais agilidade na pauta de reivindicações dos brigadianos
Postado por abamfimprensa on março 4, 2011 in Notícias ABAMF, Política | 0 Comentario

Leonel Lucas reiterou reivindicações dos brigadianos
A ABAMF-RS teve ontem novo encontro com a cúpula da Segurança Pública do Estado (SSP), cobrando mais uma vez uma posição do governo gaúcho quanto à pauta de reivindicações dos policiais militares. Desta vez, a reunião foi com o secretário-adjunto da SSP, Juarez Pinheiro. Na ocasião, o presidente da associação, Leonel Lucas, reiterou importantes pleitos que já foram também passadas ao governador Tarso Genro e ao titular da SSP, Airton Michels, entre eles: a urgente implementação do piso salarial de R$ 3,2 mil para a categoria – uma promessa de campanha do governo eleito -, do Código de Ética da Brigada Militar, de um cronograma de cursos de formação e habilitação para os servidores e a perda do Bolsa-Formação. A ABAMF-RS pediu agilidade no trato dessas questões por parte do governo estadual, que até agora permanece em silêncio.

Lucas explicou ao secretário-adjunto da SSP que embora a corporação tenha um plano de carreira desde 2002, hoje não existe uma lei de promoções. “A carreira dos policiais militares fica a bel prazer dos coronéis. Não temos uma lei de promoções que estabeleça os critérios para ascender na carreira”, diz o presidente da ABAMF-RS.

Outro ponto lembrado por Lucas é a mudança na escolha do comandante-geral da BM, para que seja feita através de lista tríplice, como já acontece no Ministério Público e no Judiciário.

Ainda, a direção da ABAMF-RS cobrou do secretário que, embora o governo gaúcho tenha anunciado parceria com a Caixa Econômica Federal para viabilizar a aquisição da casa própria a servidores da segurança pública, a medida ainda era desconhecida em muitas agências bancárias. Juarez Pinheiro informou que já foram tomadas as medidas necessárias, com as devidas orientações.

Pinheiro disse que a mobilização da categoria será importante na negociação da pauta de reivindicações. Ele solicitou uma cópia do documento já entregue a Tarso Genro, onde a ABAMF-RS destacou os cinco principais itens que pretende negociar com o Executivo em defesa dos interesses da categoria. “O governo tem a compreensão da temática. Um país não recebe investimentos se não tiver condições mínimas de segurança pública. E para que isso aconteça, seus servidores devem receber salários dignos”, afirmou o secretário-adjunto da SSP.
Responder

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog