TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

sábado, 6 de julho de 2013

Governo conversará com comissão em 15 dias

Governo conversará com comissão em 15 dias

Pestana recebendo reivindicações
Pestana recebendo reivindicações
Chefe da Casa Civil pediu tempo para analisar as reivindicações da categoria. Governador está em viagem a Portugal
O movimento pacífico, que reuniu cerca de 2,5 mil brigadianos de diversas cidades gaúchas, numa caminhada pelas ruas no centro de Porto Alegre(RS), na tarde 5 de julho, almejando a valorização da carreira e aumento dos salários já obteve algum resultado. No final da tarde, perto das 17h 30min, o Chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, a chefe adjunta da Casa Civil, Mari Perusso, e o sub-chefe parlamentar do governo, Cezar Martins, receberam documento com as reivindicações dos servidores de nível médio da Brigada Militar(BM). As solicitações foram entregues pelo deputado Altemir Tortelli na presença dos outros deputados da subcomissão de segurança da Assembleia Legislativa  e representantes das associações dos trabalhadores fardados.  Pestana afirmou que o governo voltará a conversar  com os representantes da categoria após analisar o conteúdo do documento e que o próximo passo será a formação de um grupo de trabalho para a negociação.
Faixas alertaram sobre os baixos salários
Faixas alertaram sobre os baixos salários
 Algumas questões ficaram evidentes para a  população que acompanhou a caminhada brigadiana, iniciada às 13 horas. Os militares estaduais desejam que a Corporação tenha carreira única com exigência de curso superior para ingresso. O trabalho desenvolvido a vários meses foi detalhado pelo representante da ABERGS em nome de todas as representações durante a audiência pública que aconteceu no Legislativo Estadual. O encontro contou com a presença de vários deputados e vereadores de cidades do interior.
Teatro da Assembleia Legislativa lotou
Teatro da Assembleia Legislativa lotou
 Tanto a caminhada como a audiência pública foram marcados pela emoção. Visivelmente indignados e alguns abalados, os brigadianos gritaram palavras de ordem, cantaram o hino rio-grandense em frente ao QG e alertaram a sociedade que “sem segurança não há Copa e sem salário não há segurança.” Levantaram cartazes que diziam: “ a melhor  Polícia Militar tem o pior salário do Brasil” “ Carreira única , já” e, ainda,  “Brigadiano quer salário não esmola”, “soldado fardado também é explorado”.
 Mas, os momentos de maior emoção estavam por vir na frente do Palácio Piratini e na Assembleia Legislativa. Com brigadianos fazendo a proteção do Palácio do Governo, a mobilização parou, mostrou cartazes e exigiu ser recebida pelo governador, que viajou a Portugal. Enquanto muitos mostravam o nariz de palhaço, outros portavam escudos com os dizeres inhoque. Uma imitação cômica da Polícia de Choque.
Mesa de trabalho na audiência pública
Mesa de trabalho na audiência pública
Já durante a audiência pública a menina Laiana Victória Becker -13 anos – de Três Passos, leu um poema que falava sobre ser herói. Ao final perguntou aos deputados: – vocês sabem quanto vale arriscar a vida todos os dias? E respondeu em seguida, já com lágrimas: – Senhores deputados vale menos de R$ 2 mil. Provocando o choro de muitos brigadianos.
 Outros relatos dramáticos foram feitos, como por exemplo, o brigadiano que parou a faculdade devido ao baixo salário. Um militar estadual chorando, revelou que sofreu quando o filho disse que desejava obter habilitação para dirigir automóveis, e assim ingressar na Brigada Militar, está é uma das exigências para ingresso.
Laiana emocionou os presentes
Laiana emocionou os brigadianos e deputados
O CVMI também foi lembrado. Israel Brizola – Erechim –afirmou que os colegas se arriscam na segurança das escolas por um salário de R$ 700,00. Em seguida, o deputado Nelsinho Metalúrgico esclareceu que existe um projeto tramitando no Legislativo para que integrantes do CVMI recebam remuneração de acordo com o posto que foram para a reserva.
Marquinho Lang e João Correa vieram do interior para acompanhar categoria
Marquinho Lang e João Correa vieram do interior para acompanhar categoria
O sucesso do movimento nas ruas foi percebido nas palmas da população durante o trajeto que incluiu rua dos Andradas, avenidas Siqueira Campos, Borges de Medeiros e rua Jerônimo Coelho.  Já a grande decepção com o governo veio com a revelação do deputado Gilberto Capoani – coordenador da Frente Parlamentar da Segurança Pública. “ Fico triste ao analisar a segurança pública do RS, que é o estado que menos investe no setor. São apenas R$ 195,00 por habitante. O RS é o 20º colocado no ranking de investimentos na segurança. Há estados que aplicam três vezes mais”.
A ABAMF parabeniza todas as Regionais e o empenho das outras entidades brigadianas da Capital e do interior, que fizeram o sucesso desta mobilização.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Servidores da Brigada protestam por melhores salários no centro da Capital

Servidores da Brigada protestam por melhores salários no centro da Capital

15275219Manifestantes marcharam até o Palácio Piratini e participaram de audiência pública com deputados

Por volta das 13h desta sexta-feira, servidores com formação em nível médio da Brigada Militar começaram a se reunir na Praça Brigadeiro Sampaio, no centro de Porto Alegre, para um protesto com foco na política salarial da categoria.
Cerca de duas mil pessoas, dentre soldados, sargentos e tenentes, participaram da manifestação, que conta com a presença de caravanas do Interior, como Santa Maria e Passo Fundo. A mobilização seguiu até a frente do Palácio Piratini, onde foi solicitada a presença do governador Tarso Genro, que não apareceu.
O trajeto bloqueou ruas da área central, como a Siqueira Campos e Borges de Medeiros. Policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM) acompanharam a caminhada em motocicletas e orientaram os motoristas sobre as interrupções no trânsito.
Por volta das 15h, centenas de manifestantes foram recebidos por deputados na Assembleia Legislativa para uma audiência pública sobre o plano de carreira. No final da tarde, uma comissão de representantes seria recebida no Palácio Piratini.
O presidente da Associação Beneficente Antonio Mendes Filho (Abamf), Leonel Lucas, diz que o protesto estava marcado há dois meses e busca índices maiores para os aumentos salariais. Eles pedem também que a verticalidade – aumento para coronéis reflita em todos os níveis – ocorra até 2018, e não 2014, como propõe o governo.
Deputados receberam policiais militares para audiência pública sobre o plano de carreira

Arquivo do blog