TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Comissão mista vai avaliar recurso de cidadão que não obtiver acesso a informação

Comissão mista vai avaliar recurso de cidadão que não obtiver acesso a informação

ASSTBM REÚNE ENTIDADE DA CLASSE PARA BUSCAR MELHOR OS PERCENTUAIS DE VERTICALIDADE PROPOSTA PELO GOVERNO TARSO.


ASSTBM reúne entidades da classe para buscar melhorar os percentuais de verticalidade propostos pelo Governo
   

  
 
 Créditos da Foto: Dep Jeferson 
Como todos sabem, o pacote de projetos do Governo foi praticamente todo enviado à Assembléia Legislativa, com exceção daqueles referentes à questão da política salarial para a Brigada Militar. Pelo Governo os projetos já teriam ido da forma como propostos, porém, só não foram enviados ainda em função do esforço que a ASSTBM vem empregando na tentativa de melhorar os índices percentuais de verticalidade propostos. Há semanas a ASSTBM juntamente com as Entidades Independentes da Brigada Militar do interior do Estado tem realizado sucessivas reuniões com os Deputados Jeferson Fernandes e Valdeci Oliveira (Líder do Governo), ambos do PT. Os parlamentares têm intervido junto ao Governo solicitando que o diálogo prossiga com as Entidades a fim de se chegar a um bom termo para todas as partes envolvidas e só após isso o Projeto seja encaminhado ao Assembleia Legislativa.

A ASSTBM, com a transparência que tem pautado suas ações, entende que se houver que ocorrer alguma mudança na proposta do Governo, isto deve ser feito enquanto o projeto ainda não tiver sido encaminhado para a Assembléia Legislativa, pois depois que estiver lá, inevitavelmente será aprovado pela ampla base de sustentação do Governo. Assim, continuaremos pautando nossa conduta de maneira ética e séria buscando sempre a unidade de todo o nível médio, porque acreditamos que unidos poderemos construir uma proposta consensual que agrade a todos.

Reiteramos nossa disposição na construção da unidade, tanto é que convidamos todas as Entidades representativas dos servidores de nível médio para reunião na sede da ASSTBM na terça-feira, 15, quando compareceram dirigentes da APMT de Torres, APBMI de Ijuí, ASPOMM de Santo Ângelo, ABASPE e PROEFETIVO de Porto Alegre, ABPBM-SR de Santa Rosa, ACSJAR de Pelotas, SRDW de Sapucaia do Sul, ABPMF de Sapiranga, AGISCA de Rio Grande, ABT de Jaguarão e ACASNMSG de São Gabriel. Ressaltando que, sem exceção, foram convidadas todas as entidades interessadas na união do nível médio para chegar a um consenso em relação aos índices de verticalidade.

Após a reunião, fomos recebidos na Casa Civil, na companhia do Dep. Jeferson Fernandes, do Presidente da Federação das Entidades Independentes, Sd Hércules Bluedow e representantes de Entidades Independentes, ficando garantida no encontro uma nova agenda com o Chefe da Casa Civil, Carlos Pestana.

Assim foi salientada a disposição das entidades de manter aberto o diálogo com o Governo visando à construção de uma proposta que atenda o anseio da categoria, onde todos possam sair do presente processo convictos que a Lei a ser aprovada contempla o interesse de todas as partes envolvidas. 

ASSTBM RECEBE DEP JEFERSON FERNANDES QUE PRESTA APOIO Á CATEGORIA NA LUTA SALARIAL.


ASSTBM recebe Dep Jeferson Fernandes que presta apoio à categoria na luta salarial
   

  
 
 Créditos da Foto: Asstbm 
Na manhã desta quinta-feira, 17, a ASSTBM recebeu em sua sede o Deputado do PT, Jeferson Fernandes. O parlamentar reiterou seu apoio à luta dos servidores de nível médio por índices de verticalidade salarial mais justos. Durante o encontro várias questões foram discutidas, sendo que foi exposto ao parlamentar uma das grandes preocupações dos policiais militares com relação ao projeto do Governo, que é a possível perda da gratificação de risco de vida, que foi reconquistada após anos de luta. Deputado Jeferson defende a necessidade do governo ouvir também a ASSTBM e a Federação das Entidades Independentes nas negociações salariais. “Com uma forte representação da classe brigadiana aumentam as chances de sucesso nas negociações”, disse Jeferson Fernandes. Confira no vídeo abaixo:


quarta-feira, 16 de maio de 2012

PMS RECEBERÃO INSTRUÇÃO DE TIROS


PMs receberão instrução de tiros

Os 200 PMs do Interior que estão na Capital e Região Metropolitana para combater homicídios serão submetidos a instrução de tiros a partir de hoje. Em estandes de tiros da Brigada Militar, cada policial poderá disparar revólveres ou pistolas 50 vezes contra os alvos.
Como atuam em realidades completamente diferentes da existente nos grandes centros urbanos, que registram altos índices de assassinato, roubo de veículos e a estabelecimentos comerciais, eles foram submetidos a dois dias e meio de treinamento antes de entrar em atividade. O objetivo é tornar o grupo o mais homogêneo.
– Eles participaram de palestras, familiarizaram-se com o nosso operacional de comunicação, tiveram aulas de abordagem e de barreiras – diz o comandante de Policiamento da Capital, tenente-coronel Paulo Stocker.
Hoje, reunidos em grupos de 25 PMs, eles serão submetidos a uma sessão de 50 tiros.
Ontem, ZH revelou que parte dos PMs vindos do Interior usa revólveres 38 – a maioria dos policiais lotados na Capital e na Região Metropolitana porta pistolas .40, capazes de disparar até 12 tiros de forma automática.
Para o tenente-coronel Stocker, PMs que usam revólveres não estão em desvantagem em relação aos que carregam pistolas na cintura.
– Eu, particularmente, sempre preferi revólver. O importante não é a quantidade, mas sim a qualidade dos tiros – pondera Stocker.
Comandante do Policiamento na Região Metropolitana, coronel Silanus Mello também acredita que as diferentes realidades não tornam soldados interioranos mais vulneráveis.
– Não vejo que a vinda deles para cá represente um risco adicional. Além disso, eles trabalham em grupo – diz.
Segundo o comando da corporação, todos os policiais são submetidos a reciclagens anuais de 50 horas aula em Cursos de Formação Profissional.

terça-feira, 15 de maio de 2012

A PL 82 2012 QUE ALTERA PREVIDÊNCIA DOS MILITARES ESTARA NA PAUTA DA SEMANA


A PLC 82 2012 que altera previdência dos militares estará na pauta da semana
   

  

Projeto de Lei Complementar nº 82 /2012
Poder Executivo
Introduz alteração na Lei Complementar nº 13.757, de 15 dejulho de 2011, que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Militares do Estado do Rio Grande do Sul, institui o Fundo Previdenciário dos Servidores Militares – FUNDOPREV/MILITAR -, e dá outras providências.

Art. 1º Na Lei Complementar nº 13.757, de 15 de julho de 2011, que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Militares do Estado do Rio Grande do Sul, institui Fundo Previdenciário dos Servidores Militares – FUNDOPREV/MILITAR -, e dá outras providências, são introduzidas as seguintes alterações:
I – dá nova redação aos artigos 2º e 3º para excluir a expressão “estadual”, passando a vigorar
conforme segue:
“Art. 2º Aplica-se o Regime Financeiro de Repartição Simples aos servidores militares do Estado
do Rio Grande do sul que ingressaram no serviço público até a entrada em vigor desta Lei Complementar.
Art. 3º Aplica-se o Regime Financeiro de Capitalização aos servidores militares do Estado do Rio
Grande do sul que ingressarem no serviço público a partir da entrada em vigor desta Lei Complementar.”
II – fica introduzido artigo que será o art. 10-A, com a seguinte redação:
“Art. 10-A A contribuição previdenciária mensal descontada dos segurados militares ativos,
inativos e pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul, contribuintes do Regime Financeiro de Repartição
Simples é fixada em 13,25% (treze inteiros e vinte e cinco centésimos por cento).
Parágrafo único. Aplica-se a alíquota prevista neste artigo aos inativos e aos pensionistas na forma
dos §§ 18 e 21 do art. 40 da Constituição Federal.”
III – ficam revogados os artigos 11 e 12, conforme segue:
“Art. 11. REVOGADO.”
“Art. 12. REVOGADO.”
IV – fica alterada a redação do art. 14, conforme segue:
“Art. 14. A contribuição previdenciária mensal descontada dos segurados militares ativos, inativos e
pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul contribuintes do FUNDOPREV/MILITAR será de 13,25%
(treze inteiros e vinte e cinco centésimos por cento) sobre a remuneração efetivamente recebida.”
Art. 2º As alíquotas de contribuição estabelecidas por esta Lei Complementar serão exigidas a
partir do dia 1.º do mês seguinte ao decurso do prazo estabelecido pelo § 6.º do art. 195 da Constituição
Federal, mantidas, neste prazo, as atuais alíquotas de contribuição.
Art. 3º Esta Lei Complementar entra em vigor na data de sua publicação.

ABAMF LEVA LUTA POR MELHORES INDICE NA VERTICALIDADE PARA DENTRO DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA


  ABAMF leva luta por melhor índice na verticalidade para dentro da Assembléia Legislativa
Entidade estará no Legislativo Estadual em outros dias reivindicando apoio dos deputadosestaduais

Diretores da ABAMF passaram o dia de hoje(15/4) na Assembléia Legislativa pressionando os deputados para apoiar a causa brigadiana por melhores índices na verticalidade, que será aplicada nos salários dos servidores de nível médio da Corporação. Além de conversar com osparlamentares, os representantes brigadianos entregaram o ofício nº 43/12 esclarecendo que os índices oferecidos aos trabalhadores fardados pelo governo estadual manterá os gaúchos como os policiais e bombeiros militares mais mal pagos do Brasil. Os deputados ficaram sabendo que o refrão dos brigadianos é: Verticalidade SIM, Migalhas NÃO.( Na foto Gilmar Sossella - PDT).
À esquerda Jorge Pozzobom, à direita Lucas Redecker - PSDB


domingo, 13 de maio de 2012

POLICIAL MILITAR ATROPELADO POR MOTORISTA EMBRIAGADO EM PASSO FUNDO


PM é atropelado por motorista embriagado em Passo Fundo
Soldado foi socorrido pelos bombeiros e passa bem

Um policial militar foi atropelado, na noite desta sexta-feira, na rua São José, bairro Vila Luiza, em Passo Fundo, no Norte gaúcho. De acordo com o capitão Erberto Branco, subcomandante do 3º Regimento de Polícia Militar, o PM, identificado apenas como Sargento Fachini, fazia a autuação de duas pessoas por posse de entorpecente, quando um homem, embriagado, em um veículo desgovernado, atropelou o policial e atingiu a viatura da Brigada.
O homem, que não teve o nome divulgado, tentou fugir, mas foi preso em seguida. O Corpo de Bombeiros foi acionado e enviou uma viatura para atender a ocorrência. O sargento foi socorrido e, apesar de ter sofrido convulsões a caminho do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), passa bem.
O atropelador passou pelo exame do bafômetro que acusou embriaguez. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), onde foi detido.

Arquivo do blog