TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

segunda-feira, 7 de maio de 2012

ABAMF EXPÔE PROBLEMA SALARIAL COM FAIXAS.


ABAMF expõe problema salarial com faixas e outdoors

 A Regional ABAMF  Santa Cruz do Sul  foi a primeira a expor o problema salarial à população gaúcha com a colocação de outdoor na RST 287 reivindicando melhores percentuais na verticalidade, que deverá ser aplicada nos vencimentos dos servidores de nível médio da BM.
O grande problema na verticalidade é o percentual de 23% do vencimento de um coronel, oferecido aos soldados e os percentuais seguintes destinados aos sargentos e tenentes. Os números mantém os policiais e bombeiros militares gaúchos como os de pior salário no Brasil. E essa realidade não muda nem em 2014 pela proposta do governo do RS. 
Os representantes da ABAMF reunidos em abril decidiram colocar faixas e outdoors pela estradas do estado, a fim de alertar à população sobre a situação dos militares estaduais. O governador Tarso Genro(PT) prometeu várias vezes retirar a categoria da situação vexatória de ter o pior salário das Polícias Militares do Brasil, mas ainda não cumpriu o prometido.
Com a negativa do governo de mudar os números, a ABAMF passou a atuar na Assembleia Legislativa para que os deputados auxiliem os trabalhadores fardados. Outros outdoors a faixas serão colocados para sensibilizar o Executivo Estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog