TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

quarta-feira, 7 de março de 2012

DEPUTADO DEFEDEM FUNDO DE SEGURANÇA.




 O deputado federal Mendonça Prado (DEM/SE), presidente da comissão de segurança pública e combate ao crime organizado, é autor d A PEC 63/11 que cria o Fundo Nacional de Segurança Pública -FNSP. Para o parlamentar,a iniciativa vai melhorar os salários no setor, além de possibilitar mais investimentos em equipamentos.
Conforme Mendonça Prado(foto), “é preciso repensar o modelo de pagamento dos trabalhadores da segurança pública”. O texto do projeto busca reajustar o percentual dde distribuição dos recursos do imposto de renda e proventos de qualquer natureza e também sobre o IPI – imposto sobre produtos industrializados -  em 53%, destiando 5% para o FNSP, com a finalidade de financiar a remuneração dos profissionais de área e investir em aparelhamento e qualificação. O democrata afirma que 5% da arrecadação anual equivale a R$ 40 bilhões.
“Nós temos trabalhado para criar no Brasil o Fundo Nacional de Segurança Pública nos moldes do que ocorre com a Educação e Saúde. São duas áreas com grande número de servidores públicos e que, precisam ter um compartilhamento das responsabilidades pelos entes federados. Nós queremoscompartilhar essas responsabilidades, criando um Fundo Nacional para que haja transferência de recursos do Governo Federal para os Estados Membros”, ressaltou Prado.
Paulo Rogério N. da Silva
Jornalista ABAMF

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog