TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

TARSO DARÁ AUMENTO Á BRIGADA MILITAR E DISSE QUE TETO DOS SERVIDORES SERÁ LIMITADO POR PARECER NORMATIVO OU DECRETO.

Tarso dará aumento à Brigada Militar e disse que teto salarial dos servidores será limitado por parecer normativo ou decreto
Tarso reitera que piso do Magistério será pago no decorrer de sua gestão


O governador Tarso Genro disse que seu governo cumprirá a promessa de pagar o piso salarial aos professores gaúchos, que será corrigido pelo INPC. Destacou que em março os professores terão seus salários corrigidos pela inflação com aumento real para que os salários se aproximam do piso. Tarso voltou a garanti que este patamar que será alcançado nos 4 anos de seu governo.

Em entrevista ao Programa Esfera Pública, o governador falou sobre o teto salarial dos servidores estaduais, destacando que está sendo estudada limitação máxima dos vencimentos por meio de instrumentos como parecer normativo ou decreto. Acredita que a limitação deixará mais compatíveis os salários pagos aos servidores, eliminando excessos.

Tarso refutou as críticas de deputados sobre sua viagem a Cuba, afirmando que durante o recesso parlamentar costumam ser insuflados temas de segunda ordem. Lembrou que sua viagem também teve como objetivo alinhavar negociações sobre a venda de insumos e máquinas agrícolas gaúchas para o país caribenho. Lembrou que durante sua ausência o vice-governador Beto Grill deu continuidade aos trabalhos da Sala de Situação, com a devida atenção aos municípios afetados pela estiagem. O governador disse que na semana que vem será tratado das dívidas do troca troca, refinanciamento de a agricultores castigados pela seca e fornecimento de sementes e insumos.

Sobre os pedágios nas estradas gaúchas, Tarso esclareceu que a proposta é fazer uma consulta para ver qual a melhor opção para o Estado e depois implementar novo modal. Destacou que evitará pendência jurídica e por conta disso esclareceu que será feita negociação com as empresas, antes de abrir concorrência para que outras empresas participem das concessões. Tarso adiantou que será feito um edital realista, com valores inferiores aos praticados atualmente e também que a praça de Farroupilha será eliminada.

Sobre a indicação sobre o nome do líder do governo, Tarso lembrou que a escolha será sua, mas disse que antes de fazer a escolha ouvirá a bancada do governo. Admitiu a possibilidade de conceder o cargo a parlamentar da base, pois disse que seus aliados tem trabalhado de forma coesa. Sobre as eleições municipais, Tarso disse acreditar que a base do governo ganhará a eleição, citando os nomes de Adão Villaverde (PT), José Fortunati (PDT) e Manuela D’Avila (PCdoB). Esclareceu que não promoverá ato de favoritismo ou agressividade aos outros dois candidatos que disputam o Paço Municipal junto com o companheiro petista, que declarou ser seu favorito.

O governador também falou sobre os aumentos de salários dos servidores da Brigada Militar, explicou que o governo já injetou recursos na TVE para reativar a estatal.
Sobre o Pronasci, Tarso lembrou que 6 Estados aderiram ao programa. Tarso disse que o governo federal direcionou verbas para o combate ao crack e a guarda das fronteiras, dando prioridade a projetos mais sensíveis conforme a visão da presidente Dilma.

Sobre a dívida do Estado, Tarso se mostrou favorável à renegociação. Disse que hoje o Brasil tem taxa de crescimento respeitável e que o país como um todo enfrenta uma situação favorável. Dosse que com a repercussão da crise internacional, o Rio Grande do Sul não deve continuar pagando 13% de sua receita para amortizar a dívida. Disse que a dívida do estado deve ser reduzida para 8%, a partir do segundo semestre.

Ouça o áudio: Governador Tarso Genro – parte 1
Ouça o áudio: Governador Tarso Genro – parte 2
Ouça o áudio: Governador Tarso Genro – parte 3

Fonte: Luis Tósca / Rádio Guaíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog