TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

domingo, 22 de janeiro de 2012

CABO VEREADOR AFIRMA; GREVE NO CEARÁ SERVE DE INSPIRAÇÃO PARA AS DEMAIS PMS DO BRASIL.

abo-vereador afirma: Greve no Ceará serve de inspiração para as demais PMs do Brasil
No mundo contemporâneo, quem será o primeiro governador do Brasil a punir PMs por causa de greves?


Não se entende por que um país que se diz ‘democrático’ insiste em tolher uma categoria profissional de direitos garantidos à imensa maioria dos trabalhadores. Se um juiz de direito – que tem todos os privilégios conhecidos – pode fazer greve, por que um soldado da PM deve ser eterno resquício da escravidão no Brasil?

Assim como a rebeldia quilombola, os policiais militares neste país já estão percebendo que têm força suficiente para quebrar as correntes e ecoar o grito de ‘liberdade’. Queiram os ultrapassados ou não.

Foi mais ou menos o que disse o cabo Júlio Cesar, que é vereador em belo Horizonte. Confira a íntegra de suas declarações.



“A Polícia Militar é proibida de fazer greve por força de lei, mas a greve de seis dias da PM do Ceará, que gerou avanços para o segmento, serve de modelo a militares de todo o País”.

A observação é do vereador de Belo Horizonte (MG) e ex-deputado federal, Júlio César Gomes dos Santos, o Cabo Júlio (PMDB), que previu em seu Blog a paralisação de policiais militares do Pará, com base na experiência ocorrida no Ceará, de 29 de dezembro a 3 de janeiro último.

Segundo o vereador, que liderou a greve da PM de Minas Gerais (1997), além do Ceará e do Pará, os policiais dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Roraima, como ainda do Distrito Federal, estão prestes a parar as suas atividades, incentivados pelos resultados obtidos no Ceará.

De acordo com o comando de paralisação no Pará, três batalhões aderiram ao movimento. Segundo ainda o comando, os policiais foram para o trabalho, mas se recusaram a deixar os quartéis. Em nota, o Governo do Pará reconheceu o movimento nos batalhões de Marituba (21º BPM), Ananindeua (6º) e Icoaraci (10º), mas disse que a manifestação durou poucas horas e que a situação já teria sido normalizada na madrugada desta sexta-feira (20).

Os policiais militares irão avaliar nesta sexta-feira a proposta do Governo do Pará, que prevê um reajuste escalonado para os praças (soldado a sub-tenente), entre 14,13% a 22, 47%, mas o comando de paralisação requer um acréscimo de 100% no soldo para repor as perdas salariais de cinco anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog