TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

sexta-feira, 15 de abril de 2011

MAIS UM QUE TOMBA EM CUMPRIMENTO DO DEVER.

Soldado da Brigada morre baleado em ação
Postado por abamfbm on abril 14, 2011 in Geral, Todas notícias | 2 Comentarios
LUTO NA TROPA

Uma perseguição no início da madrugada de ontem acabou com a morte de um policial militar, em Pelotas, no sul do Estado. Em abordagem a três assaltantes, que haviam roubado um táxi, o soldado da Brigada Militar Carlos Douglas Hartwig Fonseca, 30 anos, foi baleado no pescoço. Ainda não se sabe se o tiro partiu de um dos bandidos ou da arma de um dos colegas que participavam da ação.

Por volta da 0h30min, Alisson Santos Louvatto, 22 anos, Edmar da Silva Silva, 26 anos, e Gabriele Alves Vieira, 22 anos, atacaram um taxista, levando o Siena da vítima, que conseguiu avisar a polícia em seguida. Cerca de 15 minutos depois, três viaturas da Brigada Militar já acompanhavam o veículo roubado.

Na perseguição, houve troca de tiros, e o Siena capotou, caindo em um barranco, na Avenida Francisco Caruccio, no bairro Três Vendas. Enquanto tentavam imobilizar os fugitivos, houve um disparo, que atingiu Fonseca no pescoço. Imediatamente socorrido, o PM não resistiu aos ferimentos e morreu minutos depois.

O tenente-coronel Elizeu Antonio Vedana, comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, instaurou um inquérito policial-militar para investigar o caso. Todas as armas, dos bandidos e dos policiais que participaram da ação, foram encaminhadas para o Instituto-geral de Perícias do Estado (IGP), em Porto Alegre, para identificar a origem do disparo. O laudo deve sair em até 30 dias. Os policiais que participaram da abordagem já foram ouvidos e seguem trabalhando normalmente. Os três suspeitos, todos com passagem pela polícia, foram presos e encaminhados ao Presídio Regional de Pelotas.

Fonseca foi enterrado no final da tarde de ontem, no Cemitério Ecumênico São Francisco de Paula, com salva de tiros e honras militares.

*Colaborou Wagner Machado

LEILA ENDRUWEIT*

“Ele era apaixonado pela farda”

Depois de sepultar o filho, o vendedor ambulante Paulo Roberto Fonseca, 53 anos, destacou que o amor pela profissão era percebido por todos que conheciam o policial Carlos Douglas Hartwig Fonseca, 30 anos.

– Ele ficou seis anos no Exército e mais cinco na Brigada Militar. Era apaixonado pela farda que vestia e morreu trabalhando – diz Fonseca, ao lembrar que desde criança o filho decidiu que seria policial.

O soldado era casado com a policial militar Daniela Saraiva, 27 anos, que conheceu quando ainda era estudante. Fonseca vivia com a mulher, o filho, Gustavo Saraiva Fonseca, sete anos, e o enteado, Maurício Saraiva, 11 anos.

Além da família que constituiu, o soldado deixa também a mãe e o irmão mais novo. De acordo com o pai, a garra que Fonseca teve para combater o crime em Pelotas, cidade onde nasceu, viveu e morreu, jamais será esquecida.

ZERO HORA

Um comentário:

  1. MAIS UM QUE TOMBA EM CUMPRIMETO DO DEVER GANHANDO ESSE MISERO SALARIO QUE E PAGO PELO ESTADO ALEM DE SER MUITO MAL RECONHECIDO POR NOSSA SOCIEDADE QUE METE O PORRETE NA NOSSA POLICIAS, NÃO SABEM SEPARAR O JÓ DO TRIGO QUANDO UM ERRA TODOS PAGAM O PATO ALEM DE NOSSOS REPORTR E JORNALISTAS A MAIORIA SÓ SABE CRITICA ELOGIAR NUNCA ESSA NOTICIA FOI TÃO POUCA DIVULGADA, MAIS SÉ ELE TIVESSE ROUBADO MATADO COM CERTEZA ENCHERIA OS JORNAIS E NOTICIARIOS DAS RADIO E INPRENSÁ MALDOSA TOU CERTO OU ERRADO.

    ResponderExcluir

Arquivo do blog