TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

sexta-feira, 28 de maio de 2010

O TRANSITO MATA

VENHO FALAR DO ASSUNTO QUE ESTA ESTANPADO EM TODOS OS JORNAIS, DO PAIS TODOS OS DIAS CADA VEZ O TRASITO TIRA MAIS VIDA DE PESSOAS JOVENS QUE ESTÃO EM PLENO DESENVOLVIMENTO PARA TRABALHAR PARA O DESENVOLVIMENTO DA NAÇÃO, MAIS SÃO MUTILADOS MORTOS PELO TRANSITO BRASILEIRO, QUE E UM DOS QUE MAIS MATA NO MUNDO, E AS RESOLUÇÕES DE TRANSITO TODOS OS DIAS E EDITADO, FORA AS POTARIAS , SUMULAS ETC ETC E NADA RESOLVE. ENQUANTO NÃO HOUVER UMA CONCIENTIZAÇÃO DA SOCIEDADE AUTORIDADES DO TRANSITO, ESPECIALISTA QUE TEM BASTANTE PARA DAR AULAS CONSELHO, E DIZEREM BALELAS MAIS BALELAS E DE NADA VAI ADIANTAR SE O CODIGO NÃO FOR CUMPRIDA A RISCA, E PUNIR COM RIGOR OS RESPONSAVEIS, DE CASAR A CARTEIRA NO ATO SEM DIREITO A DEFESA DOS ASSASSINOS DO VOLANTE AS VEZES RECINDENTE EM ACIDENTESA MAIS PAGAM FIANÇA E SAI DIRIGINDO NA HORA, EU TRABALHEI MAIS DE 15 ANOS SÓ NO TRANSITO ATENDENDO ACIDENTES DE VARIOS TIPOS, E COM DESCULPAS ESFARRAPADAS DOS INFRATORES, QUE GUALQUER LEIGO DA CONTA QUE ESTÃO CONTANDO ESTORIAS ESFARRAPADAS PARA LIVRAR-SE DA PUNIÇÃO OU DO AGENTE LAVRAR O TERMO DA NOTIFICAÇAÕ, AS VESES CULPADOS SÃO ABISOLVIDOS PELAS AUTORIDADE E VOLTAM A MATAR, PESSOAS INOCENTES, ASSIM CADA DIA QUE PASSA MAIS TRAGEDIAS VAMOS VER E SÓ RESTA A LAMENTAÇÃO DO PAI E MÃE QUE PERDEM SEUS FILHOS. PESSOAS DIRIGINDO COMPLETAMENTE ENBRIAGADO AO VOLANTE, E DAI UMA SEMANA VOLTAM COMETER A MESMA INFRAÇÃO PORQUE NÃO SÃO PUNIDO COM RIGOR. A POUCO TIVEMOS A REVOLUÇAÕ DA LEI SECA E ANTES DE AMADURECER JÁ ESTA CAINDO NO ESQUECIMENTO, ASSIM VAI SER SEMPRE A MESMA NOVELA, DE CRIAREM MAIS LEIS, MAIS RESOLUÇÕES E A MUSICA E SEMPRE A MESMA ELES VOLTAM A DIRIGIR E MATAR. SÓ VAI ACABAR ESSA MATANÇA O DIA QUE QUANDO O PATRULHIRO ROD OU O POLICIAL MILITAR CHEGAR PARA ATENDER UM ACIDENTE E VER A OLHO NU A GRAVIDADE DO FATO, E DAR VOZ DE PRISÃO,E O CONDUTOR IR PARA A CADEIA SEM DIREITO A FIANÇA, E AS MULTAS SEREM DE VALORES BEM ELEVADOS COMO EX A MINIMA SER DE TRES SALARIO MINIMO VIGENTE, SE NÃO PUDER PAGAR PAGA COM SERVIÇO PARA A POPULAÇÃO OU COM SUSPENSÃO DE TRINTA DIAS DO VOLANTE, COM MULTAS PESADAS E LEIS SEVERAS SEM DIREITO A DEFESA QUANDO TRATAR-SE DE MORTE OU EMBRIAGUES, ASSIM VAMOS AMENIZAR O SOFRIMENTO DE MUITAS FAMILIA, QUE PERDEM SEUS ENTE QUERIDO POR ATITUDES DE GENTE QUE NÃO TEM CONDIÇÃO DE DIRIGIR UM CARRO DE MÃO, ESPERO QUE ALGUEM MUDE ESSA CITUAÇÃO QUE O BRASIL ENFRENTA COM O NOSSO TRANSITO. ASS GAUCHO ALDO VARGAS

NEGOCIAÇÃO DA PEC VOLTA A ESTACA ZERO

Reportagens Especiais
Home > Reportagens Especiais > PEC 300

28/05/2010 - 06h00

Negociação sobre PEC 300 volta à estaca zero

Irritados com o governo, que não colocou a emenda em votação na quarta-feira (26), bombeiros e PMs desautorizam agora os termos da negociação que foi feita, que retirava do texto os valores do piso



Depois de ter chegado perto de um acordo, negociação sobre a PEC 300 volta à estaca zero
Rodolfo Torres

Nada é tão complicado que não possa ser piorado. A novela em que se transformou a negociação da PEC 300 na Câmara ganha mais um capítulo, dessa vez com ares de “flashback”.

Após um ensaio de negociação entre os trabalhadores da segurança pública e o governo, onde as categorias aceitaram a retirada do piso salarial do texto da proposta de emenda à Constituição, policiais e bombeiros voltam a exigir que os valores sejam impressos na Carta Magna. Essa reivindicação conta com o apoio de 321 deputados.

A trindade pró-PEC 300 na Câmara - os deputados Capitão Assumção (PSB-ES), Major Fábio (DEM-PB) e Paes de Lira (PTC-SP) - destaca que os trabalhadores só abririam mão de ver o valor de seus salários na Constituição se a Casa votasse a matéria na noite de quarta-feira (26), conforme foi prometido durante a tarde daquele dia. “Como isso não aconteceu, tudo voltou à estaca zero”, resumiu Major Fábio.

A disposição de abrir mão do valor dos salários na Constituição está contida num documento, assinado por representantes de associações de policiais, e entregue ao presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP).

No texto eles chegam a aceitar a aprovação de um destaque, que descaracteriza a proposta ao excluir o piso salarial provisório a policiais e bombeiros militares de R$ 3,5 mil e R$ 7 mil - para praças e oficiais, respectivamente.

Ao final, porém, como contrapartida, o texto pede que a PEC seja votada. “Solicitamos a colocação em pauta no dia de hoje, em sessão extraordinária, para término da votação do primeiro turno e também a dispensa de interstício para a votação do segundo turno; para que seja feita justiça para com todos os profissionais que defendem a vida e o patrimônio do povo brasileiro”, finaliza o documento (leia a íntegra abaixo).

O requerimento, na verdade, era uma esperança para fazer com que a Câmara concluísse a votação da matéria; cujo texto-base foi aprovado em março passado. Representantes dos policiais se reuniram com o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), na noite da quarta. O petista não escondia que a retirada dos valores da proposta era condição para que a PEC tivesse chance de ser analisada pelos parlamentares.

Após a aceitação da retirada, o petista ficou de trazer uma proposta oficial do Planalto na próxima terça-feira (1º). Ao contrário do que foi pedido pelos policiais, Vaccarezza não se comprometeu com prazos para que uma lei complementar traga os reajustes dos trabalhadores.

Sobre concessões

“O documento não tem mais validade. A concessão já foi absurda”, afirma Capitão Assumção, que aproveita para criticar o governo no episódio. “Conheço as atitudes do governo. É para não votar a PEC 300 de forma nenhuma. O governo não quer votar”, complementa.

Ferrenho defensor da matéria, o parlamentar capixaba irritou Temer na terça-feira (25), quando transmitiu, em tempo real, via Twitter, a opinião dos deputados durante uma reunião de líderes que discutiu a PEC 300.

Paes de Lira lembra que os deputados favoráveis à PEC recomendaram que os policiais não fizessem concessões ao governo na mesa de negociação. “Eles foram precipitados, fizeram concessão em troca de nada”, lamenta.

“A concessão foi gigantesca e eles receberam mais uma decepção. Talvez a PEC seja votada em duas semanas, se houver anuência dos líderes e do governo”, avalia o deputado paulista.

Ainda há esperança

Ainda é possível encontrar quem tenha esperança em fechar brevemente um acordo favorável aos profissionais da segurança. O presidente da Associação Nacional de cabos e soldados da Polícia Militar e dos Bombeiros Militares do Brasil, Soldado Leonel Lucas, lembra da reunião com Vaccarezza. “Será às 11h da manhã, na próxima terça.”

Contudo, Lucas destaca que a categoria não aceitará um prazo de 180 dias após uma eventual promulgação da PEC 300 destituída de valores. Para ele, o máximo de tempo aceitável para que um projeto de lei do governo chegue ao Congresso contendo os salários de policiais e bombeiros será 90 dias.


Confira o documento entregue a Temer pelos policiais:

"Excelentíssimo Senhor
Michel Temer
Presidente da Câmara dos Deputados

Senhor Presidente,

Os dirigentes das entidades representativas de policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e pensionistas, manifestam o apoio expresso à continuação da votação da PEC 300 de 2008, que institui o piso nacional para os profissionais de segurança pública do Brasil.

Nesse sentido, acordam que o parágrafo unido do Art. 97, previsto no Art. 2º da Emenda Aglutinativa Substitutiva Global, pode ser suprimido, para ser inserido na lei que vai regular o Fundo Contábil, para subsidiar o piso nacional. Para tanto, propugnamos pela rejeição dos Destaques de nº 2, 3 e 4 e a aprovação do Destaque de nº 5, que suprime o referido parágrafo único.

Ao mesmo tempo, solicitamos a Vossa Excelência o apoiamento para que o governo federal inicie, de imediato, o estatuto para o envio do projeto de lei, com urgência, regulando o Fundo Contábil e institua o piso nos ternos da Emenda Aglutinativa Substitutiva Global, no valor de R$ 3.5000,00 (três mil e quinhentos reais). Projeto a ser encaminhado assim que for promulgada a emenda constitucional instituindo o piso.

Por último, solicitamos a colocação em pauta no dia de hoje, em sessão extraordinária, para término da votação do primeiro turno e também a dispensa de interstício para a votação do segundo turno; para que seja feita justiça para com todos os profissionais que defendem a vida e o patrimônio do povo brasileiro."


Reportagens Especiais
Home > Reportagens Especiais > PEC 300

28/05/2010 - 06h00

Negociação sobre PEC 300 volta à estaca zero

Irritados com o governo, que não colocou a emenda em votação na quarta-feira (26), bombeiros e PMs desautorizam agora os termos da negociação que foi feita, que retirava do texto os valores do piso



Depois de ter chegado perto de um acordo, negociação sobre a PEC 300 volta à estaca zero
Rodolfo Torres

Nada é tão complicado que não possa ser piorado. A novela em que se transformou a negociação da PEC 300 na Câmara ganha mais um capítulo, dessa vez com ares de “flashback”.

Após um ensaio de negociação entre os trabalhadores da segurança pública e o governo, onde as categorias aceitaram a retirada do piso salarial do texto da proposta de emenda à Constituição, policiais e bombeiros voltam a exigir que os valores sejam impressos na Carta Magna. Essa reivindicação conta com o apoio de 321 deputados.

A trindade pró-PEC 300 na Câmara - os deputados Capitão Assumção (PSB-ES), Major Fábio (DEM-PB) e Paes de Lira (PTC-SP) - destaca que os trabalhadores só abririam mão de ver o valor de seus salários na Constituição se a Casa votasse a matéria na noite de quarta-feira (26), conforme foi prometido durante a tarde daquele dia. “Como isso não aconteceu, tudo voltou à estaca zero”, resumiu Major Fábio.

A disposição de abrir mão do valor dos salários na Constituição está contida num documento, assinado por representantes de associações de policiais, e entregue ao presidente da Casa, Michel Temer (PMDB-SP).

No texto eles chegam a aceitar a aprovação de um destaque, que descaracteriza a proposta ao excluir o piso salarial provisório a policiais e bombeiros militares de R$ 3,5 mil e R$ 7 mil - para praças e oficiais, respectivamente.

Ao final, porém, como contrapartida, o texto pede que a PEC seja votada. “Solicitamos a colocação em pauta no dia de hoje, em sessão extraordinária, para término da votação do primeiro turno e também a dispensa de interstício para a votação do segundo turno; para que seja feita justiça para com todos os profissionais que defendem a vida e o patrimônio do povo brasileiro”, finaliza o documento (leia a íntegra abaixo).

O requerimento, na verdade, era uma esperança para fazer com que a Câmara concluísse a votação da matéria; cujo texto-base foi aprovado em março passado. Representantes dos policiais se reuniram com o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), na noite da quarta. O petista não escondia que a retirada dos valores da proposta era condição para que a PEC tivesse chance de ser analisada pelos parlamentares.

Após a aceitação da retirada, o petista ficou de trazer uma proposta oficial do Planalto na próxima terça-feira (1º). Ao contrário do que foi pedido pelos policiais, Vaccarezza não se comprometeu com prazos para que uma lei complementar traga os reajustes dos trabalhadores.

Sobre concessões

“O documento não tem mais validade. A concessão já foi absurda”, afirma Capitão Assumção, que aproveita para criticar o governo no episódio. “Conheço as atitudes do governo. É para não votar a PEC 300 de forma nenhuma. O governo não quer votar”, complementa.

Ferrenho defensor da matéria, o parlamentar capixaba irritou Temer na terça-feira (25), quando transmitiu, em tempo real, via Twitter, a opinião dos deputados durante uma reunião de líderes que discutiu a PEC 300.

Paes de Lira lembra que os deputados favoráveis à PEC recomendaram que os policiais não fizessem concessões ao governo na mesa de negociação. “Eles foram precipitados, fizeram concessão em troca de nada”, lamenta.

“A concessão foi gigantesca e eles receberam mais uma decepção. Talvez a PEC seja votada em duas semanas, se houver anuência dos líderes e do governo”, avalia o deputado paulista.

Ainda há esperança

Ainda é possível encontrar quem tenha esperança em fechar brevemente um acordo favorável aos profissionais da segurança. O presidente da Associação Nacional de cabos e soldados da Polícia Militar e dos Bombeiros Militares do Brasil, Soldado Leonel Lucas, lembra da reunião com Vaccarezza. “Será às 11h da manhã, na próxima terça.”

Contudo, Lucas destaca que a categoria não aceitará um prazo de 180 dias após uma eventual promulgação da PEC 300 destituída de valores. Para ele, o máximo de tempo aceitável para que um projeto de lei do governo chegue ao Congresso contendo os salários de policiais e bombeiros será 90 dias.


Confira o documento entregue a Temer pelos policiais:

"Excelentíssimo Senhor
Michel Temer
Presidente da Câmara dos Deputados

Senhor Presidente,

Os dirigentes das entidades representativas de policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e pensionistas, manifestam o apoio expresso à continuação da votação da PEC 300 de 2008, que institui o piso nacional para os profissionais de segurança pública do Brasil.

Nesse sentido, acordam que o parágrafo unido do Art. 97, previsto no Art. 2º da Emenda Aglutinativa Substitutiva Global, pode ser suprimido, para ser inserido na lei que vai regular o Fundo Contábil, para subsidiar o piso nacional. Para tanto, propugnamos pela rejeição dos Destaques de nº 2, 3 e 4 e a aprovação do Destaque de nº 5, que suprime o referido parágrafo único.

Ao mesmo tempo, solicitamos a Vossa Excelência o apoiamento para que o governo federal inicie, de imediato, o estatuto para o envio do projeto de lei, com urgência, regulando o Fundo Contábil e institua o piso nos ternos da Emenda Aglutinativa Substitutiva Global, no valor de R$ 3.5000,00 (três mil e quinhentos reais). Projeto a ser encaminhado assim que for promulgada a emenda constitucional instituindo o piso.

Por último, solicitamos a colocação em pauta no dia de hoje, em sessão extraordinária, para término da votação do primeiro turno e também a dispensa de interstício para a votação do segundo turno; para que seja feita justiça para com todos os profissionais que defendem a vida e o patrimônio do povo brasileiro."

quinta-feira, 27 de maio de 2010

O HOMEM DO CAMPO

VOU FALAR DO HOMEM DO CAMPO, AQUELE QUE TRABALHA DIUTURNAMENTE, NA TERRA E QUE TRAZ A SUA PRODUÇÃO PARA NOS AQUI NA CIDADE, ESSE TRABALHADOR BRAÇAL, QUE MUITAS PESSOA DA CLASSE ALTA NÃO DA O VALOR A ELE MERECIDO, MUITAS VESEZ GANHANDO POUCO ATE APENAS POR UM PRATO DE ALIMENTAÇÃO, QUE E ESPLORADO PELOS SEUS PATRÕES, QUE NÃO QUEREM PAGAR SEUS DIREITOS DE TRABALHADOR RURAL. ENQUANTO ELES FICAM AQUI NA CIDADE ELE TÁ LA LAVRANDO A TERRA CUIDANDO DA PLANTAÇÃO DA CRIAÇÃO DE GADO, OVINO BOVINO EQUNOS, TEC ETC. ESSE TRABALHDOR QUE TEM UM VALOR IMENSO PARA A PRODUÇÃO DO CAMPO CRECER E AUMENTAR, NOSSA PRODUÇÃO E TRAZER MAIS ALIMENTO PARA NOSSA MESA. HOJE SÃO POUCOS QUE DÃO VALOR A ESSE GRANDE TRABALÇHADOR QUE CADA VEZ ESTA SE TORNANDO, A CADA DIA MAIS ESCASO, PARA TRABALHAR NO SERVIÇO CAMPEIRO OU NA ACRICULTURA . MUITA GENTE ABANDONA A CAMPANHA E VEM PARA A CIDADE PORQUE NÃO ENCONTRA APOIO TANTO, DOS SEUS PATRÕES, COMO DO PROPRIO GOVERNO QUE NÃO OFERECE CONDIÕES AO HOMEM RURAL PARA TRABALHAR E PRODUZIR COM DIGNIDADE, NOS TEMOS QUE DAR VALOR A ESSE HOMEM QUE GOSTA DE TRABALHAR E ENTENDE DO SERVIÇO BRASAL DA CAMPANHA, PORQUE O TRABALHADOR TEM QUE ESTA NO LUGAR CERTO PARA PRODUZIR MELHOR, NOS COLOCANDO O HOMEM NO LUGAR CERTO VAMOS TER UM RENDIMENTO MUITO MELHOR DO SEU TRABALHO, E ELE ESTA FAZENDO AQUILO QUE GOSTA E SENTE-SE BEM, ASSIM ESPERO QUE OS EMPRESARIO GOVERNO FAZENDEIROS TOMEM CONCIENCIA QUE TEMOS QUE VALORIZAR O HOMEM QUE ENTENDE DA VIDA DO CAMPO E AJUDAR ELE A PROGREDIR, DAR MAIS CONFORTO A ELE QUE COM CERTZA A PRODUÇÃO E A CRIAÇÃO DO NOSSO BRASIL VAI TRIPLICAR A HORA QUE DEREM AO HOMEM, E DEIXAR ELE A ONDE ELE SE CINTA BEM E GOSTE DO QUE ESTA FAZENDO. ASSIM ESPERO VER MEU BRASIL CADA VEZ MAIS FORTE TANTO NA AGRICULTURA, COMO NA PECUARIA DO BRASIL. ASS GAUCHO ALDO VARGAS

quarta-feira, 26 de maio de 2010

FUSÃO DA PEC 446 E PEC 300 APRV EM PRIMEIRO TURNO

quarta-feira, 3 de março de 2010
FUSÃO DA PEC 446 E PEC 300 APROVADA EM 1º TURNO NA CÂMARA
A Câmara de Deputados aprovou nesta terça-feira o texto da Proposta de Emenda Constitucional que define o piso salarial para os policiais e bombeiros militares de todo o Brasil. Apesar de se tratar apenas do primeiro turno das votações, o número de votos alcançados demonstra a tendência do apoio dos parlamentares à causa que gerou um sentimento de unidade aos PM’s e BM’s brasileiros. Ao todo, foram 393 votos favoráveis e duas abstenções. Alguns colegas estão com dúvidas, não entendendo ainda o quê, exatamente foi aprovado. Vamos tentar esclarecer… PEC 300 ou PEC 446? Na prática, podemos dizer que temos uma fusão das duas PEC’s, com características mais marcantes da PEC 446 (antiga 41) do que da PEC 300. O valor do piso será definido em uma lei posterior, que deve ser implementado, no máximo, em 180 dias após a promulgação da PEC, a metade do que estava previsto na PEC 41 (446). Qual o valor do Piso? O grande temor dos contrários à PEC 446, é a não-definição do valor do Piso, algo que a PEC 300 deixou claro, ao criar o vínculo com a PMDF. Agora, ficou definido que enquanto a lei federal não definir o valor, o piso será de R$ 3,5 mil para praças e R$ 7 mil para oficiais (inclusive os inativos e pensionistas). Subsídio A emenda diz que o piso será pago na forma de subsídio. Isso significa que não haverá mais soldos ou gratificações, mas um valor único, adicionado, naturalmente, aos valores não tributáveis, como auxílio-alimentação, auxílio-creche e vale-transporte, diárias etc. * * * Vale ressaltar que ainda estão por ser aprovados os destaques da PEC. Veja o que isso significa: Destaque é um mecanismo pelo qual os deputados podem retirar (destacar) parte da proposição a ser votada para ir a voto depois da aprovação do texto principal. A parte destacada (artigo, inciso, alínea) só volta a integrar a proposição se for aprovada nessa votação posterior. Nesse caso, os interessados em manter o trecho destacado é que devem obter o quorum necessário à sua reinclusão no texto. Podem requerê-lo 10% dos deputados (51) ou líderes que representem esse número. Nesse caso, é chamado destaque de bancada. Fonte: Site da Câmara Além da aprovação dos destaques, que ocorrerá nos próximos dias, trazendo mais novidades à PEC, ainda nos resta um segundo turno na Câmara, e outros dois no Senado Federal, bem como a promulgação pelas duas casas. Como se vê, como toda grande causa, o piso nacional das polícias não se conquistará com uma ou duas batalhas, mas cada uma delas é fundamental para que alcancemos a vitória nesta guerra. Temos a favor o clima político do ano eleitoral e o sentimento de união que não se desmanchará tão fácil. Passe informações e motivação aos colegas de trabalho, pois assim agregaremos apoio à causa, que é de todos nós!

Postado por Joselito Mendes às 18:56
Marcadores: APROVAÇÃO DA PEC 300, PEC 300, PEC 41, PEC 446, SALÁRIO DE POLICIAIS
Reações:

4 comentários:
Anônimo disse...
Não entendi! já não foi votado no senado em dois turnos. Tera que voltar ao senado para ser votado novamente. Esplica isso por favor.

4 de março de 2010 04:50
Joselito Mendes disse...
Caro Companheiro,

A PEC 446 foi apenas votada na câmara agora ela será votada novamente pela câmara e depois votada pelo senado, para finalmente poder ser levada a sanção do presidente, mas preste bastante atenção o fato de ser sancionada pelo presidente não significa que seja aplicada de imediato, porque tem que ser verificado que os parâmetros da PEC 446, ainda não foram discutidos e aí mora o perigo para o nosso sucesso, tem que existir previsão legal do prazo de implantação dos vencimentos e previsão orçamentaria, pois se ficar a cargo de cada governador sem previsão de fundos e aplicabilidade de nada vai adiantar a sanção presidencial, virando mais um grande ENGODO.

4 de março de 2010 17:51
Anônimo disse...
sou viuva de militar pois nao acredito nesta pec 300 isto e mais uma jogada politica porque so agora eles estao falando sobre o assunto kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

15 de maio de 2010 05:50
LIDIANE disse...
ESTOU TORCENDO PRA QUE A PEC 300 SEJA APROVADA. POLICIAIS MILITARES VCS SAO GURREIROS, POES ADMIRO VCS ...BOA SORTE!!!!

25 de maio de 2010 17:02

Postar um comentário
Todos os comentários serão moderados. Agradeço a colaboração de todos.

A CORRIDA PELA PEC 300

TENHO ACOMPANHADO A PEC 300 DESDE OUTUBRO DE 2009, E JA ESTAMOS EM MAIO DE 2010, E CONTINUA A BRIGA PELA APROVAÇÃO, DESTA MATERIA MAIS ESTOU SENTINDO QUE ANTES DE SER APROVADA PELO SENADO E SANCIONADA PELO PRESIDENTE DA REPUBLICA, OS POLITICOS ESTÃO DIZENDO QUE VAI ABRIR UM ROMBO E OS ESTADOS NÃO VÃO TER DINHEIRO PARA PAGAR, MAIS EU BEM QUE ME LEMBRO O GOVERNO FEDERAL DISSE QUE AJUDARIA OS ESTADOS QUE NÃO TIVESEM CONDIÇÃO DE HONRAR COM O PAGAMENTO DARIA UMA AJUDA PARA COMPLETAR O PAGAMENTO, MAIS AGORA QUE ELA JA COMEÇOU A CAMINHAR AO DESTINO FINAL DE SER APROVADA, OS POLITICOS ESTÃO TENTANDO ENTERRAR ELA DE QUALQUER MANEIRA, MAIS COM CERTEZA AQUELES QUE SÃO HONESTOS HOMENS DE PALAVRAS VÃO CNSEGUIR A APROVAÇAÕ DA PEC 300, QUE VAI DAR MAIS DIGNIDADE AS POLICIAS DO PAIS, QUE TANATO TRABALHAM COM UM SALARIO DE MIZERIA, QUE TEM QUE TIRAR A FARDA E TRABALHAR EM OUTRA COISA PARA PODER LEVAR COMIDA PARA SYA FAMILIA EM SUAS CASA, ENQUANTOS CERTAS CLASSE DE TRABALHADORES, DA AREA ESTADUAL FEDERAL SÃO BEM PAGOS E COM CERTAS MORDOMIAS, AS POLICIAS MILITARES TEM UM SALARIO DE FOME E VIVEM MENDIGANDO PARA TER UM SALARIO DIGNO, ESPERAMOS QUE OS POLICIAIS E SEUS FAMILIARES E AMIGOS VÃO SOMAR MAIS DE CETECENTOS MIL VOTOS NO BRASIL NO DIA DAS ELEIÇÕES PARA GOVERNADORES E PRESIDENTE DO BRASIL E COM CERTEZA ESTE DIAS A RESPOSTA VAI ESTAR LÁ NAS URNAS, EM AGRADECIMENTO AOS QUE LUTARAM BRAVAMENTE A FAVOR DOS POLICIAIS MILITARES CIVIS E BONBEIRO DO BRASIL, VOI SER O AGRADECIMENTO DESTA CLASSE AOS CANDIDATOS AOS GARGOS QUE SE CANDIDATARAM, E IRAM REPRESENTAR A MAIRIA DO POVO BRASILEIRO, TANTO NA ESFERA FEDERAL E ESTADUAL. E TENHO CERTEZA QUE VAMOS SAIR COM VITORIA, PORQUE O GOVERNO TEM DINHEIRO SIM FALTA EBOA VONTADE DE DAR AQUILO DE QUE UMA CLASSE PRECISA PARA TRABALHAR COM ORGULHO DE SER POLICIAL MILITAR OU CIVIL DESTE BRASIL VARONIL. ASS GAUCHO ALDO VARGAS

terça-feira, 25 de maio de 2010

O MONSTRO QUE ATACA O BRASIL.

HOJE VOU FALAR DO PROBLEMA QUE ATACA TODAS AS CLASSE SOCIAIS DO BRASIL, ESSA CARGA TRIBUTARIA QUE OS BRASILEIRO TEM QUE TRABALHAR QUATRO MESES SÓ PARA PAGAR INPOSTOS, PRA O GOVERNO RETORNAR EM MELHORIA AO SEU POVO, MAIS A VERDADE QUE O BRASIL COBRA INPOSTOS DE PRIMEIRO MUNDO, E NOS OFEREÇE OS PIORES SERVIÇO COMO SAÚDE SEGURANÇA TRANSPORTE ETC ETC ETC, VIVEMOS NUM DOS PAISES MAIS CAROS EM INPOSTOS E NOSSOS POLITICOS NADA FAZEM PARA MELHORAR E NUNCA VÃO LEVANTAR UM DEDO PARA ACABAR COM ESSE MONSTROS DOS INPOSTOS QUE COMEM 24 HORAS NA MESA DO POVO. SE NÃO HOUVER UMA GRANDE MOBILIZAÇÃO PARA ACABAR COM OS ALTOS INPOSTOS ISSO NUNCA VAI ACABAR, SÓ O POVO PODE E TEM TODO O DIREITO DE DIZER BASTA DE TANTO INPOSTO, CADA VEZ CRIA-SE MAIS INPOSTOS EM TODAS AS ESFERAS GOVERNAMENTAIS E NEM UM DESSES POLITICOS QUE ESTA NO GOVERNO OU QUE VENHA A SE CANDIDATAR, VAI PROPOR REDUÇÃO DOS INPOSTOS, PORQUE ELES SÓ QUEREM GANHAR MUITO BEM, É SÓ O QUE ELES FASEM E GOZAR DOS ALTOS SALARIO QUE RECEBEM ATRAVES DO TRABALHO QUE O POVO FAS OS POLITICOS CADA VEZ AUMENTO SEUS SALARIOS BEM POLPUDO E GOZAM DE VANTAGEM QUE O TRABALHADOR NÃO TEM E NUNCA VAI TER. SE ESPERAR POR OS IPOQUITROS POLITICOS QUE TIRAM DINHEIRO DE BALDE DOS COFRES PUBLICOS ENQUANTO LEVAM ANOS PARA APROVAREM AS MIGALHAS AS CLASSES TRABALHADOR DO BRASIL, TEMOS EX DA PEC 300 QUE ESTA NESTE ARRASTÃO E ESTÃO FAZENDO DE TUDO PARA NÃO APROVAREM, MAIS SÉ FOSE UM BENEFICIO AOS DEPUTADOS SENADORES GOVERNAFDORES, JÁ ESTARIA APROVADA E SANCIONADA, E ELES JÁ ESTARIAM RECEBENDO E DEBOJANDO DO POVO TRABALHADOR, VIVEMOS NUM PAIS MARAVILHOSO, QUE TEM TUDO PARA DAR CERTO MAIS VIVEMOS NUM PAIS QUE A CLASSE POLITICAS ESTA EM BAIXA SEM NENHUMA CREDIBILIDADE COM O SEU POVO, E DE LAMENTAR QUE NOS TRABALHARES DESTE PAIS PERDEMOS A CONFIANÇA NAS ESFERAS GOVERNAMENTAL DESTE BRASIL, VAI LEVAR MUITO TEMPO PARA O POVO VOLTAR TER CONFIANÇA EM SEUS REPRESENTANTES TANTO NA AREA ESTADUAL FEDERAL OU MUNICIPAL, VIVEMOS NUM PAIS QUE ESCONDER DINHEIRO MEM CUECA DA IBOPE OU ASSALTAR OS COFRES PUBLICO FICA POR ISSO MESMO, A MAIS DE TRINTA ANOS ME DISERAM QUE SER POLITICO E A COISA MAIS BOA PORQUE VOCE PROMETE E DEPOIS VOCE ALEM DE NÃO CUMPRIR LEVA O DINHEIRO DO POVO, E HOJE EU VEJO QUE A PESSOA ME DISSE ELE ESTAVA DIZENDO UMA GRANDE VERDADE, PORQUE ESTA HAI ESCANCARADO PARA O POVO VER, NINQUEM VAI RESOLVER ESSE PROBLEMA DE INPOSTO NO BRASIL PRINCIPALMENTE SE NOS ESPERARMOS PELA CLASSE POLITICAS. ASS GAUCHO ALDO VARGAS

segunda-feira, 24 de maio de 2010

HOMENAGEM AO MEU M PAI NASCIDO SECULO XIX

EM 17 DE DEZEMBRO DE 1900, NASCIA O SENHOR HOMERO PINHEIRO, NO MUNICIPIO DE SANTANA DO LIVRAMENTO,FILHO DE JOAQUIM PINHEIRO E MANOELA FURTADO PINHEIRO. CRIOU-SE AO LADO DE SEUS PAIS, E EM 16 DE MAIO DE 1922 SENTOU PRAÇA NO EXERCITO BRASILEIRO SERVIU EM SANTANA DO LIVRAMENTO NO SETIMO RC MEC DE CAVALARIA, EM JANEIRO DE 1924 DE BAIXA DO EXERCITO, E FOI TRABALHAR NO RICARDINHO COMO CAXEIRO VIAJANTE, COMO CHAMA-SE OS BALCONISTA DA EPOCA QUE TRABALHAVAM EM GRANDES CASAS DE COMECIO.TRABALHOU QUASE DEZ ANOS COMO EMPREGADO E DEPOIS SAIU E NO MUNICIPIO DE LIVRAMENTO NA CONSEIÇÃO POS SEU PROPRIO COMERCIO ONDE ALI TRABALHOU VARIOS ANOS NESTE TEMPO A SUA PRIMEIRA MULHER VEIO A FALECER, MAIS TARDE CONHECE JANIRA CESARINO DOS SANTOS QUE MORAVA NA LOCALIDADE DO SERRO AGUDO SEU PAI DELEGADO DE POLICIA NA EPOCA E CRIADOR NAQUELA LOCALIDADE. OS DOIS SE APAIXONAM E CONTRAIRAM MATRIMONIO, ASSIM HOMERO PINHEIRO COMPRA UMA FRAÇÃO DE CAMPO NA LOCAIDADE ANTONIO SEIS NESTE MUNICIPIO, O CONTINUA COM UM COMERCIO BEM FORTE PARA EPOCA, ONDE VENDE DESDE FAZEND ATE FOGÃO ETC ETC, ALEM DE COMERCIANTE E ACRICULTOR PECUARISTA, MAIS O QUE AQMIS ELE TINHA VOCAÇÃO ERA PARA O COMERCIO. EM EM OUTUBRO DE 1956, HOMERO PINHEIRO ALEM DE TER FILHOS DO PRIMEIRO MATRIMONIO ADOTA UM MENINIO COM UM ANO E TRES MESES CHAMADO DE ALDO VARGAS, O QUAL CRIA COM TODO CARINHO. ASSIM EU RESOLOVI FALAR DESTE HOMEM QUE FOI MEU PAI ADOTIVO A QUEM DEVO TUDO QUE TENHO, SEM FALAR NA MINHA MÃE QUE TENHO UM GRANDE CARINHO A ESSAS DUAS PESSOAS QUE ME CRIARAM E ME DERAM AMOR E ME DEIXARAM UM GRANDE LEGADO.
MAIS MINHA HOMENAGEM E A ESTE HOMEM QUE SOUBE DAR CARINHO AO SEUS FILHOS LEGITMOS E MAIS TRES ADOTIVO AO QUAL TEVE UM CARINHO IMENSO E RESPEITO, A VC MEU QUERIDO PAI QUE HOJE ESTA AO LADO DO NOSSO MAIOR CRIADOR QUE DEUS,E JUNTO COM A MÃE, E SÓ DESEJO QUE ESTEJAM REPOUSANDO NO CAMPO DA ETERNIDADE, EM PAZ.
HOMERO PINHEIRO UM LUTADOR SEU PATRIMONIO FOI TRIPLICADO PORQUE COMO O MESMO CONTAVA NÃO TINHA NADA MAIS TRABALHANDO HONESTATAMENTE CONSEGUIU DEIXAR UM QUINHÃO PARA CADA FILHO INCLUSIVE NOS QUE ERA ADOTIVO, SEMPRE TEVE CARINHO RESPEITO COM AS PESSOAS AS QUAL TINHA UMA AMIZADE, E SEMPRE RESPEITOU SEUS SEMELHANTE, PORQUE ELE FALAVA EM MUITAS CONVERSA AO REDSOR DO FOGO DE CHÃO, MEUS FILHOS RESPEITEM SEMPRE PARA SEREM RESPEITADO, E ASSIM NOS DEU CRIAÇÃO ESTUDO, MAIS O MAIS INPORTANTE FIO ENSINAR RESPEITAR NOSSO SEMELHANTE. ASSIM FOI O SENHOR HOMERO FURTADO PINHEIRO UM GRANDE HOMEM QUE DEIXOU UM LEGADO PARA SUA FAMILIA.EM 10 DE MAIO DE 1968 HOMERO PINHEIRO VEIO A FALECER NSEU CORPO ESTA ENTERRADO NO CEMITERIO DA FAMILIA EM SANTANA DO LIVRAMENTO. ASS GAUCHO ALDO VARGAS

Arquivo do blog