TRANS. DO PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO PECUARIA EM 19/11/2009

TRANS.  DO  PROGRAMA ENTARDECER NA FRONTEIRA DIRETO  PECUARIA EM  19/11/2009
ALDO VARGAS

TRADIÇÃO E CULTURA

teixeirinha

Loading...

gildo

Loading...

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA AMADA.

SANTANA LIVRAMENTO MINHA TERRA  AMADA.

Pesquisar este blog

CAPITAL GAUCHA PORTO ALEGRE

CAPITAL GAUCHA  PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

ESTADIO BEIRA RIO PORTO ALEGRE

TROPEIRO VELHO

  • TROPEIRO VELHO

TRADIÇÃO E CULTURA

A VOCE CARO VISITANTE E UM PRAZER TER AQUI VISITANDO ESTE BLOG DESTE GAÚCHO, QUE NÃO TEM LADO PARA CHEGAR, GOSTO DE UMA AMIZADE E UM BOA CHARLA, TRATO TODOS COM RESPEITO PARA SER RESPEITADO MAS SE FOR PRECISO QUEBRO O CHAPEU NA TESTA PRA DEFENDER UM AMIGO AGARRO UM TIGRE A UNHA. AGRADEÇO A TODOS QUE DEIXAM SEU RECADO, POSTADO NESTE BLOG.

GALPÃO GAUCHO

GALPÃO  GAUCHO

A BANDEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, TE AMO MEU RIO GRANDE

A  BANDEIRA  DO  ESTADO  DO  RIO GRANDE  DO  SUL,  TE  AMO  MEU  RIO  GRANDE

sábado, 3 de abril de 2010

BIOGRAFIA DE GILDO DE FREITAS

Biografia

Nome: Leovegildo José de Freitas.

Data de Nascimento: 19 de junho de 1919.

Local de Nascimento: Bairro do Passo d'Areia, Porto Alegre, filho de Vergílio José de Freitas e Georgínia de Freitas.

Profissão: Muitas, mas a rigor apenas uma: trovador e cantador popular.




Cronologia

1931 - Gildo foge de casa pela primeira vez, aos 12 anos.


1937 - É tido como desertor, por não ter se apresentado à convocação militar. Envolve-se na primeira briga séria, onde morre um jovem amigo. Primeira prisão. Cria ódio da polícia.


1941 - Casamento com dona Carminha. Passa a ter morada fixa no bairro de Niterói, em Canoas, Grande Porto Alegre. Continuam os contratempos com a polícia.


1944 - Nasce o primeiro filho depois de dois perdidos. Gildo começa a viajar bastante e a ser reconhecido como trovador. A polícia mantem-se em cima.


1949 - Trovador com fama ascendente em todo o Rio Grande do Sul, desaparece de casa e reaparece na fronteira gaúcha. Em longa temporada passada no Alegrete, mal consegue caminhar, com problema de paralisia nas pernas.


1950/51 - Em São Borja, conhece Getúlio Vargas e entra em sua campanha política. Param as perseguições policiais. Primeira viagem ao Rio de Janeiro.


1953/54 - Faz fama como trovador nos progamas de rádio ao vivo em Porto Alegre. Volta à viver no Passo d`Areia, com a família.


1955 - Encontro e identificação como Teixeirinha. Muitas viagens. Mudança para o bairro Passo do Feijó e abertura do primeiro bolicho.


1956/60 - Maior atração do progama Grande Rodeio Coringa dos domingos à noite. Mais viagens com Teixeirinha.


1961/62 - Declínio dos progamas de rádio ao vivo, televisão começando. Gildo resolve largar de mão a "cantoria" e inventa de criar porcos.


1963 - Viagem a São Paulo para gravar o primeiro disco.


1964 - É lançado o primeiro LP. Em meados do ano é "convidado" a prestar depoimento sobre suas ligações com o trabalhismo.


1965 - Início da célebre disputa com Teixeirinha através dos discos. Jango o convida para viver no Uruguai e ele não aceita.


1970/77 - Várias internações em hospitais, sucesso popular das gravações, muitas viagens. A "briga" com Teixeirinha chega ao auge. Mudança para Viamão.


1978 - Inaugura em Viamão a Churrascaria Gildo de Freitas e dá início aos bailões.


1982 - Grava o último disco, para a mesma gravadora dos outros todos, Continental. Última internação em hospital, últimas aparições públicas em programas de TV. Morte em 4 de dezembro.


PS: A Lei Estadual RS 8.819/89 que rege sobre o "Dia do Poeta Repentista Gaúcho" anota o falecimento de Gildo como 04 de dezembro de 1982.

Fonte:
Fonseca, Juarez (1985). Gildo de Freitas: Coleção Esses Gaúchos. Porto Alegre, RS: Editora Tchê.



Observações: O A Lei Estadual que te referes não é nº 8819 e sim 8814, de 10 de janeiro de 1989, cujo Projeto de Lei foi de autoria do então Deputado Joaquim Moncks e justificativa com mais de vinte folhas, de minha autoria.

Esta Lei, "Fixa o dia 4 de dezembro como o "DIA DO POETA REPENTISTA GAÚCHO e do ARTISTA REGIONAL GAÚCHO", no Estado do Rio Grande do Sul. Consagra como patronos respectivamente Gildo de Freitas e Teixeirinha, pois ambos morreram em 4 de dezembro, o Gildo em 1982 e o Teixeirinha em 1985.

Sendo o que tenho para o momento, espero ter colaborado com o amigo. Um abraço do Paulo Roberto de FRAGA CIRNE.

Nota do Cohen: As correções acima foram enviadas para mim pelo comandante Paulo Roberto de Fraga Cirne em 12 de setembro de 2007, pelo qual sou muito grato e também todos os visitantes. Não modifiquei as datas pois elas são oriundas do livro do Juarez e me sentiria mal fazendo correção diretamente sobre o texto de origem. Mas fica a sábia observação do mestre Fraga Cirne.









Discografia em Vida:

Gildo de Freitas - O Trovador dos Pampas




Gildo de Freitas - O Trovador dos Pampas
Vida de Camponês




O Desafio do Padre e o Trovador




Gildo de Freitas e SUA CARAVANA




De Estância em Estância
Vida de Camponês




Zezinho & Julieta




Gildo de Freitas - Rei do Improviso




Gildo de Freitas




Gildo de Freitas e Seus Convidados




O Ídolo - Gildo de Freitas




Gildo de Freitas e Os Taytas
Gauchada de Sul a Norte




Gildo de Freitas




Gildo de Freitas - Mais Sucessos




Gildo de Freitas - O Rei dos Trovadores




Figueira Amiga






Discografia após seu falecimento:

Sucessos Imortais de Gildo de Freitas




20 Anos de Glória




Lembranças de Gildo de Freitas




Lembrando Gildo de Freitas




Gildo de Freitas VIVO




Os Grandes Sucessos de Gildo de Freitas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog